educadores e escolas

MAIS DO QUE UM RELÓGIO

Um dos segredos para a organização das rotinas de uma sala repleta de crianças ativas e curiosas é o seu planeamento em torno de um elemento divertido que lhes desperta constante curiosidade: um relógio de parede, feito em madeira e com animais que ajudam a saber em que momento têm que ser responsáveis por desempenhar uma atividade.

“Será que já é hora de almoço ou o ponteiro ainda não está a apontar para o leão?”

De forma intuitiva e a partir de ilustrações de animais que se relacionam sempre com cada momento e atividade do dia-a-dia, as crianças começam a compreender a sucessão de eventos do seu quotidiano, a autorregularem-se e a tornarem-se progressivamente mais autónomas e responsáveis.

Nas diretrizes nacionais dirigidas para as creches e jardins de infância – Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE), é claramente sublinhada a importância de colocar a criança no centro da intencionalidade educativa, construindo em seu redor um ambiente que estimule a sua aprendizagem e desenvolvimento holístico, culturalmente rico e que proporcione diferentes experiências e oportunidades. Neste conjunto de orientações, o tempo de brincar ocupa um lugar central, que vai além de uma forma de manter a criança ocupada ou entretida, e que se reflete como uma atividade de elevado envolvimento da criança, observado pelo prazer, concentração, persistência e empenho em cada tarefa ou brincadeira que realiza.

A vida em grupo e a disponibilização de materiais adequados a cada fase de desenvolvimento revestem-se de grande importância e são sublinhados nas OCEPE, reforçando-se que as regras coletivas são indispensáveis à vida social e à distribuição de tarefas, sendo um mecanismo de experiência da vida democrática e da tomada de consciência do que são os direitos e os deveres de cada criança e adulto.

Através de dinâmicas de interação entre crianças e entre crianças e adultos, proporcionam-se às crianças inúmeras conquistas como o espírito de iniciativa, as descobertas, a expressão das suas opiniões, a resolução de problemas, a persistência nas tarefas, a colaboração, o estímulo da criatividade, curiosidade e o gosto pela aprendizagem.

Atualmente são várias as inspirações que trazem às escolas novas estratégias e ideias de trabalho em torno de um desenvolvimento integral que traz a criança para o centro. Por exemplo, Maria Montessori e a abordagem High Scope, sublinham a importância das rotinas, da interação entre todos os agentes educativos e da divisão e atribuição de tarefas individuais e de grupo em ambiente de creche e jardim de infância, preparando o espaço, o tempo e o ambiente das salas que acolhem as crianças para que, de forma progressiva, consigam cumprir as suas responsabilidades de forma autónoma e independente.

MEM (Movimento de Escola Moderna)

Os fundamentos teóricos da importância dos domínios da responsabilidade e da autonomia são também sublinhados pelo Movimento da Escola Moderna que, inspirado na perspetiva pedagógica de Célestin Freinet, vê a criança como um agente ativo e participativo na dinâmica democrática da aprendizagem. Este Movimento, criado e amplificado por professores de todo o país, defende que a aprendizagem é um processo que deve envolver a criança, ser adaptado à sua fase de desenvolvimento e, acompanhado por um adulto orientador, deverá criar um ambiente de envolvência e de participação ativa em cada atividade. Apoiando e suportando este processo de construção de responsabilidade e autonomia, o Kidocky reflete-se como uma ferramenta importante e inovadora no ato de educar e de acompanhar o crescimento das crianças! 

Organização

Apoio na organização de conversas em torno de uma tarefa em equipa e fomento da responsabilidade individual e coletiva, que nem sempre é tarefa fácil!

Autonomia

Apoio na execução de tarefas e promoção da responsabilidade e autonomia nas suas crianças.

Lógica

De forma rápida e de simples leitura, as crianças associam os seus animais preferidos às atividades previamente estabelecidas e acordadas entre todos, podendo ser desenvolvidas em coletivo ou por elementos responsáveis por cada uma das atividades.

Raciocínio

O Kidocky cresce com as crianças e adapta-se às suas necessidades do momento: as tarefas associadas podem ser substituídas ou o grau de complexidade pode aumentar. O importante é que todas as crianças se sintam sempre desafiadas a alcançarem o seu máximo potencial de desenvolvimento! 

Cultura geral

O Kidocky é um contador de histórias e o livro aberto para um mundo de conhecimento e cultura geral sobre os animais, os transportes e todos os temas para onde a curiosidade os levar!

Parentalidade consciente

Parentalidade consciente

A definição dos vários estilos de parentalidade é ampla e pretende, a partir das diversas perspetivas, enquadrar as atitudes e comportamentos das/os mães/pais face à educação das suas crianças, compreendendo o que é ser criança ao longo de todo o seu crescimento. De...

A importância das rotinas

A importância das rotinas

Criar e fomentar rotinas com atividades que se repetem no tempo, ao longo do dia e ao longo da semana, nos primeiros anos de vida das crianças desenvolve diversas competências muito importantes para o seu desenvolvimento. Entre elas, a autonomia, a responsabilidade e...

Autonomia e Responsabilidade

Autonomia e Responsabilidade

Intimamente associada à criação e implementação de rotinas diárias, a autonomia é uma das principais competências que se adquirem pela repetição e interiorização das tarefas que são necessárias cumprir, incentivando a que as crianças organizarem o seu tempo sem que os...

O pensamento lógico

O pensamento lógico

O desenvolvimento cognitivo da criança é um processo longo, contínuo e extremamente complexo, que exige que as famílias estejam atentas ao seu crescimento e à evolução das atividades e desafios propostos. Estimular as várias áreas do cérebro reflete-se numa escala de...

Comunicação

Comunicação

Os avanços feitos no estudo da importância da comunicação entre mães/pais e filhas/os referem que esta é a principal via de desenvolvimento intelectual durante os primeiros anos de vida, permitindo desenvolver competências como a memória, concentração, abstração,...

Conhecimento e fomento da cultura da criança

Conhecimento e fomento da cultura da criança

O acesso ao conhecimento sobre o mundo que rodeia cada criança é uma força motriz para o desenvolvimento de competências essenciais à vida em sociedade, em particular à curiosidade, responsabilidade e respeito pelo outro. Conhecer o mundo em que estamos inseridos, os...

Temos condições especiais para escolas e educadores, entre em contacto connosco

5 + 14 =